Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sketchbook SIX

10
Fev16

10 coisas a saber antes dos 25!


... e de repente uma das tuas melhores amigas faz 25 anos! 

Sim, sei que muitas de vocês se podem estar a rir e a pensar "Oh Deus com 25 anos ainda são umas crianças", mas certamente na altura não pensavam assim ahaha! São 25 anos de vida de Maria João e 10 anos ao lado dela, sim já são 10 anos! Como é que é possível? Continuamos as mesmas malucas e parece que não mudou absolutamente nada, apenas não estamos todos os dias juntas e o nosso local de trabalho é ligeiramente diferente. Os dramas são os mesmos, e ao longo destes anos crescemos e aprendemos muito, juntas e com os erros umas das outras. 

Dizem que aos 18 atingimos a maioridade, mas a partir dos 25 é que começamos a perceber que há coisas que têm de mudar. Reuni 10 coisas que todas nós, mulheres precisamos de saber antes dos 25 anos, curiosas?

bye-bye pessoas tóxicas
... das redes sociais e das nossas vidas. São pessoas que só nos querem e nos fazem mal e sabemos perfeitamente quem são. Nem sempre percebemos na altura certa, mas o que é certo é que devemos apenas dar importância e cuidar das pessoas que nos são mais próximas e por isso mesmo chegou a hora de fazermos aquela limpeza nas nossas redes sociais e passarmos mais tempo com as pessoas que realmente gostam de nós. 

nada de excessos
... no que diz a maquilhagem, comida, bebida! É certo que é nesta altura que temos "mais liberdade" e é a altura certa para o fazermos, mas não se esqueçam de que os excessos e asneiras que cometermos agora, vão ser pagos mais tarde. Nada de apanhar sol sem protector solar, de dormir sem tirar a maquilhagem ou de abusar no álcool e no açúcar. Tudo com conta e medida! 

stop talking, do it!
... quantas vezes é que já demos por nós a lamentar-nos com isto ou aquilo? Em como somos infelizes com o nosso corte de cabelo, como gostávamos de mudar de look, como não gostamos do nosso corpo, como não estamos bem na nossa relação ou aquele homem não é o melhor para nós ou em como estamos sempre a dizer "ah se fosse eu, faria isto assim ou assado"! Pois é, temos de aprender a parar de mandar bitaites e a meter as mãos na massa, afinal de contas a nossa vida somos nós que a comandamos. Nada como fazermos aquilo que desejamos e começarmos a ser mais responsáveis e independentes. Se o problema são os homens? Homens há muitos e se não somos felizes, há que saber mudar e partir para outra, em busca da nossa felicidade. 

deixar de lado a antecipação
Sofrer por antecipação é sem dúvida uma das coisas que mais mal nos faz, eu falo por experiência própria. Antes era muito assim até que aprendi que não vale de nada. Temos de deixar de nos preocupar com tudo e mais alguma coisa e aproveitar os momentos. Temos de saber escolher, saber esperar e tomar decisões, sofrer por antecipação não vai adiantar em nada. 

criar uma rotina...
... que realmente resulte connosco. Seja rotina de treino de ginásio, seja rotina de limpeza de pele. O que interessa é que seja algo que resulte, pode ser fora dos parâmetros ou dos horários convencionais, mas é importante cuidarmos de nós. Para além disto preciso encontrarmos tempo para praticarmos exercício físico e para cuidarmos de nós, e não há desculpas porque se têm tempo para ir ao facebook, têm certamente 1hora para irem ao ginásio. Além do mais, há lá rapazes bem giros e que podem ser sempre um incentivo extra para passarmos por lá, certo meninas? 

faz voluntariado
... seja no verão em ateliêrs de férias com crianças, seja a tomar conta de pessoas desfavorecidas ou pessoas de idade. Foi uma das coisas que me ajudou a crescer e a dar muito valor às coisas simples do dia-a-dia. Quando tomei conta de crianças por exemplo, ajudou-me a ganhar alguma responsabilidade e independência e quando participava em acções de solidariedade a ajudar pessoas mais desfavorecidas ajudou-me muito a dar valor às coisas e a perceber outras realidades. Uma coisa é vermos na televisão, outra coisa é vivermos de perto e sem dúvida que o voluntariado e este tipo de experiências são enriquecedoras para qualquer um de nós. 

começar a poupar
... e sim, não é só para o novo iPhone que vai sair ou para aquela mala linda que andamos a namorar. Poupar a longo prazo, afinal de contas está quase na altura de começarmos a nossa vida fora de casa dos pais e há que começar a poupar para isso. Uma renda de uma casa, contas para pagar, um trabalho, carro, seguros de saúde etc... Passamos a vida a ouvir que a vida não está fácil, por isso chegou a hora de começarmos a poupar e a por de lado algum dinheiro da mesada em vez de o gastarmos por completo. 

saber ouvir
... principalmente os pais! São chatos, parecem que estão sempre a repetir as mesmas coisas mas a verdade é que os pais têm sempre razão. Quando nos chateavam que tínhamos de estudar, sabíamos bem que era verdade, quando nos diziam que não devíamos comer mais doces, eles sabiam o porquê, quando não nos deixavam ir sair à noite, foi para nos proteger. Os pais sabem do que falam. Sabem ouvir-nos e sabem aconselhar-nos da melhor maneira e agora que a fase do "armário" já passou já podemos ter uma boa relação com eles e perceber que realmente têm razão em tudo o que dizem, ou quase tudo! ihihihh

sozinha, eu consigo!
é nesta altura que temos de começar a aprender a fazer algumas coisas sozinhas. Se não têm carta de condução, chegou a altura de a começarem a tirar, se não sabem cozinhar, chegou a altura de aprender. Trocar lâmpadas, ver a pressão dos pneus, passar a ferro, saber funcionar com a máquina de lavar a roupa, costurar... Passamos tantas horas a ver tutoriais e vídeos no YouTube, porque não começar a dar um jeito? E há projectos DIY muito giros, que podem servir de óptimos incentivos para irmos pondo as mãos na massa e quem sabe surpreender os pais. 

choose you
Acima de tudo, sabe escolher-te a ti! Sabe valorizar-te e analisa o que podes melhorar e o que queres manter. Deixa-te de pensamentos pessimistas e acredita em ti. Torna-te naquela mulher que sempre quiseste ser, basta acreditares que consegues. Deixa de viver em função daquele rapaz ou daquela rapariga e vive em função de ti e da tua felicidade. Escolhe-te a ti e escolhe ser feliz, afinal de contas a vida são dois dias não é? 


Parecem tudo frases feitas e muito floridas, mas a verdade é que foram coisas que eu tenho vindo a aprender e tudo isto com as minhas amigas. Estamos sempre em constante aprendizagem e há que saber crescer e sem dúvida devemos fazê-lo da melhor maneira para que sejamos sempre pessoas melhores. 


PUB