Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sketchbook SIX

05
Mar16

Spring at the gym! #wishlist


Voltar aos treinos era um dos planos para este ano, agora que já estou recuperada as desculpas acabaram-se e apesar de custar mais voltar a ganhar-lhe o ritmo, temos de fazer um esforço. O que custa é mesmo começarmos e tomarmos a iniciativa, porque depois de irmos ao ginásio, sentimo-nos logo muito melhor e o corpo agradece. 


 

Uma das maneiras de nos mantermos motivadas e que nos ajuda é sem dúvida com o equipamento certo e irmos às aulas de que mais gostamos. No meu caso, por exemplo, adoro ir ao ginásio por causa das aulas, já tinha referido várias vezes aqui. Aborrece-me estar na sala das máquinas, apesar de terem todas as distracções e mais algumas para nos ajudar a passar o tempo, mas a verdade é que são as aulas que me deixam mais animada e motivada - airfit, warrior e bodypump por exemplo são as que mais gosto e as que normalmente faço com mais frequência. 

Ando a "babar" para esta colecção da Stella McCartney para a Adidas e o post de hoje é uma mistura de um mood spring para o ginásio / wishlist de gymwear. Os tons nude, os materiais e esta conjugação é simplesmente perfeita e sem dúvida que são boas apostas e boas desculpas para voltarmos ao ginásio cheias de estilo. O facto de voltarmos com equipamento novo dá logo outra motivação e de qualidade ainda melhor. Os PureBoost, bem esses já conhecem, adaptados para os vários desportos e modalidades e só para mulheres, e estes em tons pastel são dos meus favoritos. Para terminar, não consigo ir ao ginásio sem a minha garrafa de água, obviamente e sem levar alguma músiquinha para aquecer antes das aulas. 

Vamos entrar em Março já num mood spring e com equipamento novo, o que acham? #wanted!
05
Mar16

Refeições às quais dizemos, Arigatô


Quem diria que uns anos mais tarde ia virar a louca do sushi, hein?

Já não é novidade nenhuma que sou uma fã de sushi, é mais forte do que eu e sou uma fanática incurável. O que é engraçado que é da primeira vez que experimentei, odiei. Não conseguia comer, aliás, só de pensar em peixe cru ficava mal disposta e a achar que era algo intragável. Quem diria que uns anos mais tarde ia virar a louca do sushihein? Como tudo na vida, não escolhi o sítio certo para experimentar pela primeira vez, e o mesmo aconteceu com o meu namorado que das primeiras vezes achava algo tudo menos comestível. 

Recordo-me da segunda vez que experimentei sushi, parecia que tinha descoberto algo completamente diferente e novo. O que é certo é que a qualidade do peixe é sem dúvida das coisas mais importantes, afinal de contas são peças cruas ou pouco cozinhadas e que requerem cuidados extra. Na semana passada fui experimentar o Sushi Arigatô Ribeira, que fica na Rua da Moeda, junto ao Mercado da Ribeira. 







Este novo espaço  dos mais pequenos da cadeia Arigatô que já tem espaços no Parque das Nações e no Campo Pequeno. São 66 lugares e não existe o serviço de buffet como nos outros dois espaços, podemos fazer os pedidos a la carte, um conceito diferente e que vale bem a pena. 

Ao almoço há três menus que podemos escolher o Combinado Ichi (9,90€) que inclui uma entrada (sopa miso ou gyosa) mais 12 peças de sushi, sem sashimi, o menu intermédio: o Combinado Ni (12,90€) que tem duas entradas e cerca de 16 peças (sushi e sashimi), ou o mais completo de todos, o combinado San (16,50€) com três entradas: sopa, gyosa e tempura e um combinado com 20 peças de sushi. Ao jantar podem experimentar o menu de degustação, que foi o que experimentei. O menu de degustação custa 23,90€, e podem encontrar alguns pratos de fusão com sabores peruanos e asiáticos. Entre o ceviche, o quinoto com pesto a acompanhar as gyosas, têm ainda um combinado de 19 peças de sushi por pessoa entre outras opções. Para além disto, podem sempre pedir à carta. 

Um conceito distinto dos outros espaços da marca  e uma experiência bem diferente que vale bem a pena. É caso para dizer, Arigatô

__
Sushi Ribeira by Arigatô

PUB