Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sketchbook SIX

25
Jan16

4 alimentos que mudaram a minha alimentação



Sabemos à partida, que existem uma série de coisas que nos fazem bem, o que não sabemos é que as devemos mesmo de incluir na nossa rotina. Ao longo destes últimos anos tenho-me interessado muito por esta área da alimentação saudável e da nutrição e sem dúvida, que tenho descoberto coisas maravilhosas, sendo que algumas delas fazem parte da minha rotina e as diferenças são brutais. 

Diferenças a que nível? Pele, unhas, cabelo e cintura (gordura abdominal e alguns cms a menos, sim!). E que hábitos são esses? Pois bem, cozinhar com óleo de côco, incluir mais abacate nas refeições semanais, beber duas canecas de chá verde por dia e ainda... chocolate preto (70% de cacau), sim leram bem.

CHOCOLATE 70‰ CACAU MINIMO
Achava mesmo que nunca mais ia comer chocolate todos os dias, aliás, quem diria que eu, o monstro do chocolate que não era bem chocolate (mais açúcares e manteigas do que cacau), se iria apaixonar por tabletes com 85% ou 99% de Cacau. O facto de ter cortado com açúcares refinados faz com que me permita dar ao luxo de comer uns quadrados de chocolate todos os dias, aliás, foi mesmo aconselhado pelo nutricionista desde que contenha uma percentagem mínima de 70% de cacau. Apaixonei-me pelas tabletes de chocolate da Lindt que se vende no Continente, estou viciada na versão de 99% de Cacau, juro! Nunca pensei em gostar de algo que à partida nos indica ser demasiado amargo, no entanto habituei-me e agora não quero outra coisa. 

Quais são os benefícios? Para além de termos aquela sensação maravilhosa de "estou a comer chocolate, yey!" e nos deixar mais felizes, o cacau tem imensos benefícios: protege contra doenças cardíacas, tem propriedades anti-cancerígenas, contém as gorduras saudáveis, controla o nosso açúcar no sangue, contém antioxidantes que evitam o envelhecimento precoce, melhora o nosso humor (e isto nós sabemos tão bem) e é rico em vitaminas e minerais como potássio, o cobre, magnésio e ferro protegendo assim contra doentes como anemia, pressão arterial alta etc. Querem mais motivos para comerem chocolate? O melhor de todos: ajuda a aliviar o stress! Ahah! Comam, mas comam com moderação, dois quadrados por dia e somos felizes! 

DICA de consumo: Tentem dividir esses dois quadrados diários em quatro, assim vai parecer que estão a comer mais - ihihihih, uma vez gordinha, para sempre gordinha! (pensamento de gulosa!)


COCONUT OIL
Bem o óleo de côco já não é novidade por aqui, já vos falei dos seus benefícios especialmente no que toca a hidratação da pele e às gorduras saudáveis. Para além de nos mantermos saciadas durante mais tempo, evita a nossa gula por doces, ajuda a emagrecer pois acelera o metabolismo, melhora a prisão de ventre, reduz o colesterol, ajuda a fortalecer o nosso sistema imunológico e por fim combate e previne o envelhecimento precoce. A diferença entre o óleo de côco e os óleos vegetais como o azeite por exemplo é que quando são submetidos a altas temperaturas, acabam por se deteriorar e acumular altas concentrações de gorduras no final do cozimento, o que não acontece de todo com o óleo de côco precisamente por ser resistente a altas temperaturas mantendo as suas características nutricionais.

DICA de consumo: E como é que o podem incluir na vossa alimentação? Pois bem, quando cozinharem, experimentem trocar o azeite por óleo de côco. Não se esqueçam que também é uma gordura, pelo que se estão num processo de perda de peso, têm de ter alguns cuidados com as quantidades. É óptimo ara refogar, fazer grelhados e todo o tipo de alimentos que contiver óleos ou gorduras na receita, até para fazer ovos mexidos ou uma omelete, fica delicioso. Lembrem-se de que o podem usar sim, tem imensos benefícios mas não deixa de ser uma gordura.


ABACATE
Parece que só vos venho falar mesmo é de gorduras não é? Pois bem, mas a verdade é que o nosso organismo precisa delas e podem ser nossas amigas, como o caso das gorduras contidas no abacate por exemplo. Certamente já se depararam com imensas receitas supostamente saudáveis mas onde o abacate está presente. O nosso pensamento é "como é que pode ser saudável se o abacate é altamente calórico?" Pois bem, são as chamadas gorduras boas que o abacate contém que o tornam calórico, mas que está cheio de benefícios para o nosso organismo e por isso mesmo é que o devemos de incluir mais vezes nas nossas refeições semanais. 

O acabasse está cheio de benefícios para a nossa saúde: é um óptimo amigo para a nossa visão, tem imensa vitamina E que ajuda a revitalizar a nossa pele e o cabelo, mantém o coração saudável, é um dos melhores aliados no combate ao colesterol e doenças cardiovasculares, é um alimento com imenso potássio, fibra, melhora a absorção de nutrientes e ajuda a perder peso - inibe o apetite e é anti-inflamatório. No que toca à pele, por conter vitaminas A, C e E faz com que a pele fique muito mais bonita, saudável e nutrida. Para além disto, podemos ainda fazer várias máscaras e tratamentos de beleza com abacate: pele e cabelo que precisem de hidratação e nutrição profunda, é um alimento perfeito para isso mesmo. 

DICA de consumo: Normalmente faço uma duas refeições por semana onde o incluo: uma salada de salmão fumado com abacate, trigo sarraceno e espargos verdes ou zoodles com pesto de abacate (trituram meio abacate, com sumo de limão, sal e nozes)

CHÁ VERDE
Já estamos fartas de saber os benefícios do chá verde, então porque é que não incluímos na nossa alimentação? Desde Setembro que me habituei a beber duas chávenas de chá verde por dia (uma de manhã ao pequeno-almoço e outra a seguir ao almoço) e as diferenças a nível de gordura abdominal têm sido incríveis. Chá verde puro, com gotas de limão ou gengibre ralado, vale tudo! 

O chá verde tem propriedades anti-inflamatórias e verdadeiramente detox, ajudando a eliminar toxinas. É rico em cafeína e catequinas que aceleram o metabolismo, fazendo com que o nosso organismo gaste mais energia mais rapidamente, a juntar a isto, ajuda e facilita a digestão, a regular o intestino e a combater a retenção de líquidos. É um óptimo componente para incluirmos na nossa dieta diária pois é desintoxica o organismo e facilita na perda de peso.

DICA de consumo: O chá verde deve ser bebido fora das refeições, por isso o ideal é levar um cantil com o chá verde e ir bebendo ao longo do dia, é super fácil e rápido de fazer, por isso não há desculpas! Tenho bebido o chá verde com laranja da Dammann Frères que é óptimo, costumo comprar na secção gourmet do SuperCor ou o da Kusmi Tea, perfect!


PUB