Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sketchbook SIX

31
Mar16

8 dicas para que a dieta funcione


Uma das coisas que mais me perguntam relacionadas com a dieta e com o estilo de vida é como é que nunca perdi a motivação e como é que mantive sempre o plano alimentar sem deslizes. Pois bem, dizem que demoramos cerca de 28 dias a adquirir novos hábitos por completo (sejam alimentares ou outros) e por isso mesmo são os primeiros 28 dias que custam mais.


Hoje trago-vos 8 dicas que vos podem ajudar a não perder o rumo e a fazer com que a vossa dieta realmente funcione, sem deslizes.
#1 planear
parece extremamente aborrecido, mas a verdade é que sem nos organizarmos e sem planearmos as coisas não vão funcionar. Acabamos sempre por fazer um pequeno deslize aqui ou ali e se nos mantivermos fiéis a um plano alimentar, as coisas são bem mais fáceis. As idas ao nutricionista vão ajudar-vos especialmente porque ele vos dá várias opções de vários pratos para as várias refeições do dia e depois o truque é irem "montando" o vosso meal plan consoante as regras do que podem e não podem comer, as quantidades etc. Planear é provavelmente um dos pontos mais importantes em todo este processo. 

O facto de planearmos vai fazer também com que "estudemos" melhor as regras que nos foram "impostas" pelo nutricionista e mais para a frente será depois mais fácil de conjugarmos com o nosso dia-a-dia, almoços e jantares fora etc. 

#2 clean & shop
termos pequenas tentações em casa não ajuda nada a quem está a querer lutar por um estilo de vida mais saudável, por isso há um passo muito importante a fazer: limpar! No fundo desintoxicar a despensa e arranjarmos maneira de irmos distribuir tudo aquilo que não podemos comer, pelos amigos ou até mesmo por quem mais precisa. De seguida, vamos rechear a despensa e o frigorifico de coisas boas. Se viverem com alguém que é basicamente o equivalente a um espargo (como o meu caso, o meu irmão é super magro e come tudo e mais alguma coisa), aqui a dificuldade é mesmo tentarmos não comer as coisas deles. Se por acaso viverem com alguém que também tem uma alimentação péssima e quer mudar, acaba por ser uma boa companhia e uma boa motivação para juntos conseguirem levar a dieta para a frente.

#3 sazonal
optem sempre por alimentos da estação, isto porque, para além de irem aprender a ver o que é e o que não é próprio da estação, vai sair mais barato e a comida sabe muito melhor. E isto ajuda a que a motivação continue do vosso lado, não há nada pior do que irmos comprar um fruto que não saiba a nada e comermos só porque temos de comer fruta não é? O mesmo para os vegetais e legumes...



#4 think green first!
sabemos que temos de incluir legumes e vegetais na nossa alimentação e na nossa dieta por isso porque não começarmos a planear os nossos pratos por aí? Funciona exactamente como a roupa que vamos vestir, normalmente sabemos que queremos calçar aqueles sapatos e construímos o look todo em volta deles, o mesmo funciona com a comida. Comecem por pensar num vegetal ou legume e construam uma refeição à base disso, juntando a fonte de proteína e de hidratos que melhor combina com aquele vegetal ou legume. Vão ver que acaba por se tornar divertido e mais fácil ao longo do tempo. Além do mais, vamos experimentando vários sabores e conjugações diferentes.

#5 food diary
criem um diário de comida, pesquisem em blogs de cozinha saudável, comprem livros com receitas diferentes e que vos possam atrair. Hoje em dia há imensas coisas por onde podemos pegar e registem tudo o que gostariam de experimentar e o que pode ou não resultar consoante os vossos gostos pessoais. O facto de criarem um food diary e planearem as vossas refeições vai fazer com que a ida ao supermercado seja mais fácil, assim levam as receitas convosco e já sabem do que vão e não vão precisar, evitando custos extra e tentações. 

#6 gym time!
sim, emagrecer ser ir ao ginásio torna a coisa mais complicada. Para além de nos fazer bem ao corpo e à mente, assim que comecei a ir ao ginásio e a fazer tanto cardio como treino de máquinas e mais localizado comecei a perceber o tempo e o quanto me custava a perder um número determinado de calorias. Isto pode ajudar-vos a deixarem de consumir certos alimentos prejudiciais e que antes ingeriam em grandes quantidades. Para além do exercício físico nos ajudar a emagrecer, vai ajudar-vos a perceber o que não devem comer. 

#7 together it's better
certamente têm uma amiga, um namorado, um irmão, uma mãe ou um pai que precise também de perder peso ou de adoptar um estilo de vida mais saudável. Puxem por eles, criem um grupo de that's app e vão partilhando as vossas refeições, os vossos treinos diários e encontrem-se ao fim-de-semana para uma caminhada à beira rio, pela serra, uma volta de bicicleta. Optem por adoptar um estilo diferente, em vez dos típicos almoços que duram horas, porque não pegar na família e irem andar de bicicleta e depois acabarem num brunch bem saudável à beira-mar? Óptimas sugestões para mudarem e ganharem novos hábitos em família ou com os amigos. 

#8 os substitutos
as massas, o pão, o arroz, as pizzas, os hamburgueres e todas essas coisas deliciosas vão ter de ser comidas com moderação, mas como é que podemos resistir? Pode tornar-se muito difícil, no entanto é bem mais fácil do que parece. Há os chamados "substitutos" que enganam o estômago, por exemplo no caso do arroz podem usar couve-flor (aqui), no caso da massa podem usar os zoodles (aqui), no caso dos hamburgueres podem optar por hamburgueres de carnes magras feitas em casa e o "pão" usarem um cogumelo portobello  e no caso das pizzas, porque não optar por uma base de couve-flor? Há muitos substitutos que são igualmente deliciosos e que não vão dar por eles. Claro que podem comer tudo isto, com moderação, mas se optarmos por opções mais saudáveis, melhor ainda. Ficamos felizes e não "fizemos asneira".


São 8 dicas que são fundamentais e que podem ser muito úteis. Agora não há desculpas, vamos pô-las em prática?


PUB