Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SIX, blog

02
Set16

Gelado de Melancia

watermelon.png

 

Entramos no mês de Setembro com uma sobremesa que nos faz querer que o verão dure para sempre: gelado de melancia. Mais uma vez a receita saudável desta semana é uma sugestão à base de fruta e de gelatina light sem adição de açúcares e é um gelado tão fácil e rápido de fazer que até parece mentira. Esta deve ser mesmo das receitas mais simples, e só precisamos de três ingredientes. Vamos a isso? 

 

 

 

28
Ago16

Mousse de Pinacolada

pin.png

 

Na semana passada partilhei convosco a primeira receita saudável. Depois de uma Panna Cotta de Morango, que tal uma mousse de Pinacolada? Yummy! Absolutamente deliciosa e com um toque bem tropical, é uma das misturas de que mais gosto: côco e ananás e se for em textura de mousse, melhor ainda! Mais uma receita da série "receitas que quero experimentar" e que hoje partilho convosco, bem simples e rápida de fazer, querem saber como?

 

 

 

22
Ago16

Panna Cotta de Morango

panacota.png

 

Quem é que não gosta de uma boa sobremesa, vamos lá a saber? Acabar a refeição com algo doce é sem dúvida uma das coisas que todos nós gostamos, certo? E agora no verão queremos coisas frescas e deliciosas. Contudo associamos sempre as sobremesas como inimigas das dietas, sempre opções carregadas de açúcar e de coisas que não nos fazem bem, mas não, há uma série de opções saudáveis pelas quais podemos perfeitamente pegar e adaptar com substitutos mais amigos e igualmente deliciosos. Durante as próximas semanas vou partilhar convosco uma receita diferente de sobremesas saudáveis, receitas essas que foram sugeridas pela nutricionista Iara Rodrigues em parceria com as gelatinas Royal. 

 

 

 

10
Jun16

É fruta & chocolate

IMG_1612.jpg

 

E são diabo em pequenos pacotes de 125gr cada! Provavelmente não devia falar-vos disto, porque estou a levar-vos por maus caminhos, mas a verdade é que o que é bom tem de ser partilhado e neste caso, é bom demais para não o fazer. A Arcádia lançou a sua versão de fruta desidratada coberta com chocolate. Para já são três sabores: ananás, morango e maçã desidratada cobertas com chocolate negro. Confesso que nunca fui muito deste tipo de misturas, sou louca por fruta e sou louca por chocolate, mas as duas misturadas nunca foi muito a minha onda, até ao maldito dia que experimentei as frutas desidratadas como snack. Depois disso, fiquei super viciada e acabava por ser um snack bem prático para andar connosco, e agora que a Arcádia lançou a sua versão das frutas com chocolate, o de ananás foi o que me deixou mais curiosa e, guess what... é o diabo! Um verdadeiro pedaço de mau caminho, quer dizer não é assim tão mau porque é chocolate negro ihihih.

 

 

 

26
Mai16

Give me chocolate

IMG_1575.jpg

 

Alerto seriamente a quem está de dieta que este post pode suscitar água na boca e uma pequena facadinha na dieta, ou uma pequena recaída deliciosa, vá! E começar a semana a falar destas coisas, ui! Mas a verdade é que a minha relação com os chocolates tem vindo a modificar-se muito ao longo dos últimos anos. Se há uns anos atrás os chocolates não duravam mais de uma hora nesta casa, ao ponto de a minha mãe os ter de esconder - não por ser gulosa, mas por ser mesmo, mesmo, mesmo obcecada - agora aprendi a saborear e a apreciar um bom chocolate e aquele momento delicioso. Se antes não dava qualquer valor ao chocolate e o via como um refúgio, hoje é o guilty pleasure. Aquele quadrado de chocolate ou pedacinho no final do dia passou a saber-me 20 vezes melhor do que as tabletes e tabletes de chocolate que devorava por dia. E vá, sejamos sinceras, sabemos perfeitamente que o chocolate nos deixa felizes e que é praticamente impossível resistir-lhe, ainda para mais se forem assim lindos de morrer e feitos com cacau de qualidade, daqueles que se desfazem na boca, como estes da Arcádia que hoje vos mostro.

 

 

09
Mar16

My very first chocolate bar


Estreei-me no mundo da "doçaria paleolítica" e o que quer isto dizer? Pois bem, podia trazer-vos uma receita de um bolo sem glúten, sem lacticínios e sem outros produtos processados, mas não. Trouxe-vos uma das coisas de que mais gosto na vida: chocolate. Como sabem sou louca, louca por chocolate! Foi uma das coisas que mais me custou deixar quando tomei a decisão de mudar de estilo de vida e de ter uma vida mais saudável - uma tablete de 300gr por dia (sim, leram bem por dia!) de chocolate Milka não era propriamente uma alimentação equilibrada (chocolate esse que tem cerca de 30% de cacau apenas e  o resto são açúcares e outras coisas mais).

Agora que estou a ser acompanhada por um nutricionista que se baseia numa dieta paleolítica (não na sua totalidade, mas 95% paleo), andei a pesquisar algumas receitas de uma das coisas de que mais gosto. Foi-me permitido comer chocolate, desde que tivesse uma percentagem de 70% de cacau no mínimo. Se me seguem pelo snapchat (jufcarreira) já devem ter visto várias vezes o snap de um dos meus chocolates favoritos: 85%, 90% ou 99% de cacau da Lindt. No entanto, decidi experimentar fazer a minha primeira tablete de chocolate com 100% de cacau e ficou deliciosa. Primeiro estranha-se, depois entranha-se e a verdade é que já não consigo comer chocolates com uma percentagem baixa de cacau, acho demasiado doce e fico enjoada - parece que fiquei curada hein? Quem diria que o monstro da Nutella e do chocolate Milka iria devorar uma tablete de chocolate com 100% de cacau. 



Além do mais estive a pesquisar a ler muito sobre o assunto e de facto o cacau tem imensos benefícios para a saúde e o chocolate não é assim tão prejudicial. O que é prejudicial são os açucares que são adicionados e as gorduras extra e por isso afastamos logo a ideia de comermos chocolate e de o incluirmos no nosso dia-a-dia, mas porquê se afinal há tantos benefícios? 

Claro que não estou a dizer que com isto nos devemos alimentar pura e exclusivamente de cacau (quem nos dera, não é?), mas na verdade não o devemos excluir. Para terem uma ideia, cerca de 2 colheres de sopa de cacau em pó têm apenas 30cal e 1,5g de gordura. Além do mais, estas duas colheres de sopa têm ainda cerca de 3,6gr de fibras o que correspondem mais ou menos a cerca de 14% dos valores diários recomendados, já para não falar do ferro e do magnésio que podemos encontrar no cacau. Ainda para terem uma ideia, numa chávena de cacau (que foi a medida que usei), cerca de 17gr são proteínas e 50gr são carbohidratos sendo que os "açúcares" naturais não chegam a 1gr sequer. 

Usei cacau em pó, certifiquem-se de que compram mesmo cacau puro em pó sem qualquer tipo de açúcares adicionados para tirarem todos os benefícios do cacau. Sabemos também que o cacau é rico em flavonoides, é rico em antioxidantes, anti-depressivo, anti-inflamentorio, ajuda a combater o colesterol, controla a pressão arterial, anti-envelhecimento e ajuda a controlar a ansiedade

No entanto, sabemos que nem tudo é maravilhoso, o cacau é rico em cafeína que pode causar agitação e insónias principalmente aos mais sensíveis à cafeína. No entanto o chocolate não é feito exclusivamente de cacau, se o fizermos em casa conseguimos controlar o tipo de alimentos e misturas da nossa tablete de chocolate, mas a verdade é que precisamos sempre de colocar uma "gordura". No meu caso usei óleo de côco que também tem imensos benefícios e uma colher de café de mel biológico. 


Consumir com moderação e quanto mais "natural" e com menos açúcares, melhor! Se o fizermos em casa, melhor ainda porque conseguimos controlar o que contém. Eu aventurei-me e correu super bem, e o melhor é que a base é sempre a mesma e podem acrescentar o que mais gostam: frutos secos, canela, flor de sal, côco, bagas de goji, raspa de laranja... são algumas das minhas sugestões. 

A minha primeira tablete de chocolate foi com lascas de côco e pepitas de cacau cru, querem saber como é que o podem fazer?

ingredientes
1/2 chávena de cacau puro em pó (usei da marca Valrhona)
1/2 chávena de óleo de côco virgem (podem comprar nos supermercados Brio, Glood, Celeiro ou Miosótis)
50gr de lascas de côco (sem açúcar)
1 colher de sobremesa de mel biológico 
30gr de pepitas de cacau cru biológico (usei a marca Seara)

it's show time
Começamos por derreter o óleo de côco em banho maria e adicionar o cacau em pó. Misturar bem e assim que tivermos uma mistura uniforme, adicionamos as pepitas de cacau cru, o mel e as lascas de côco. Ficamos com uma mistura de chocolate com alguns granulados - das pepitas de cacau cru que acabam por não derreter na totalidade e vêm acrescentar o crocante ao chocolate.

Vertemos a mistura num tabuleiro forrado com alumínio ou papel vegetal, deixamos solidificar e está pronto a comer. No final polvilhei com côco ralado, fica delicioso. Podem trocar as lascas de côco e as pepitas de cacau cru por outro ingrediente qualquer que mais gostem, as possibilidades são imensas. Atenção que é mesmo amargo, afinal de contas, não tem qualquer açúcar adicionado e é cacau puro, primeiro estranha-se, depois entranha-se. Se for para comer, que seja saudável! Yummmm!










PUB

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.