Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sketchbook SIX

04
Fev16

OVOS AO PEQUENO-ALMOÇO?


Sim! E é delicioso! 

... Tirando as excepções quando opto pelos iogurtes sem lactose e pelo açaí. No que toca à alimentação os ovos têm sido motivo de estudo ao longo dos anos, se há uns anos atrás havia estudos que diziam que não devíamos comer ovos, hoje em dia já há estudos que vem contradizer e que vêm falar dos seus benefícios para a nossa saúde. O que é certo é que hoje em dia, a maior parte dos alimentos são todos manipulados e estão cheios de químicos, os animais stressados e cheios de antibióticos pelo que nem sempre sabemos o que estamos a comer. No que toca aos ovos por exemplo, há uns anos havia o drama das salmonelas e a verdade é que temos de ter cada vez mais cuidado com o que ingerimos.

Desde que sigo uma alimentação low carb/paleo chic que a minha vida mudou radicalmente. Passámos a investir mais na nossa saúde e na nossa alimentação, comprar produtos de qualidade, biológicos por exemplo como o caso dos ovos. Já falei várias vezes neste assunto, mas a verdade é que me sinto mesmo muito melhor e gosto de transmitir-vos isto porque quero o mesmo para vocês.  Sei que há quem se dê bem e outras pessoas que não se dão tão bem com este estilo de vida. A verdade é que tenho gostado de experimentar. Na altura que consultei o Dr.André Matias ele traçou-me um plano que incluía um pequeno-almoço assim: uma omelete com presunto, sementes de linhaça, fruta e uma caneca de chá verde em jejum entre outras opções, obviamente. O que é certo é que comer presunto logo de manhã não me convenceu, mas a omelete sim, e aos poucos fui conseguindo deixar os cereais e a granola de lado.

Dizem que demoramos cerca de 28 dias a adquirir um novo hábito, e o que é certo é que acabei por ficar fã dos ovos ou da sopa ao pequeno-almoço. A fruta, nada como uma papaia triturada com canela moída e umas fatias de abacate. 

E agora vocês pensam: mas isto tem imenso colesterol, é calórico etc! A verdade é que temos de deixar o mito das calorias de lado e contar nutrientes em vez de calorias. O abacate é rico em gorduras sim, gorduras boas que são essenciais ao nosso organismo, ao contrário do que encontramos nos cereais. Na verdade as calorias podem ser as mesmas ou até mais, mas os nutrientes são completamente diferentes. Começar a incluir mais fontes de proteínas na alimentação mudou tudo, de tal maneira que até escrevi sobre como a nossa alimentação afecta a nossa pele. Se têm curiosidade sobre este assunto podem sempre marcar uma consulta com o Dr.André Matias da Evolution Clinic que ele pode explicar-vos muito melhor do que eu o que a alimentação faz ao nosso corpo, é fascinante e de facto faz todo o sentido. Daí a ter ficado adepta deste estilo de vida.

Claro que faço as minhas asneiras de vez em quando, ao fim-de-semana há sempre um dia da asneira, e a verdade é que quando saio da linha, isso nota-se claramente no meu corpo: durmo mal à noite, demoro a fazer a digestão e muitas vezes fico com suores e mal disposta. Pode parecer mentira, mas é de facto o que sinto. Mas há tanto para falar sobre este assunto, quem sabe um novo vídeo no canal sobre o tema? O que acham? Deixem-me as vossas dúvidas e perguntas para que possa esclarecer tudo de uma só vez!

PUB